Opinião e notícias

17/07/2015

A constituição Gaudium et Spes e a família




A Constituição Pastoral do Concílio Vaticano II sobre a Igreja no mundo de hoje, Galdium Et Spes, expressa vários aspectos da vida e da sociedade contemporânea, sobretudo as questões e problemas que parecem ser, hoje, de maior urgência.

No desejo de expor o seu modo de conceber coma presença e a atividade da Igreja na atualidade, ela se coloca diante do mundo, da família humana, em meio às dioversas realidades. Procura estabelecer com todos um diálogo sobre os vários problemas colocando à disposição do gênero humano as energias salvadoras que a Igreja, conduzida pelo Espírito, recebe de seu fundador.

DeEntre as muitas questões que hoje a todos preocupam e que de forma profunda afeta a humanidade estão o Matrimonio e a Família.

Segundo a Galdium Et Epes, o bem-estar da pessoa e da sociedade humana e cristã está intimamente ligado com uma favorável situação da comunidade conjugal e familiar. Vários são os fatores que fazem aumentar entre os homens a grande estima dessa comunidade de amor, e o respeito pela vida, embora se perceba que a dignidade dessa instituição matrimonial não resplandece em toda parte com igual brilho.  Problemas como a poligamia, divórcio e amor-livre irresponsável estão presente por toda a parte. Além disso, o amor conjugal é muitas vezes profanado pelo egoísmo, apego ao prazer e por práticas ilícitas contra a geração.

Assim, a família cristã, nascida de um matrimônio que é imagem e participação da aliança de amor entre Cristo e a Igreja, manifestará a todos a presença viva do Salvador do mundo e a autêntica natureza da Igreja, quer por meio do amor dos esposos (amor conjugal); quer pela sua generosa fecundidade, unidade e fidelidade; quer pela amável cooperação de todos os seus membros. (GS n. 48).

 O que a Gaudium Et Spes diz sobre o amor conjugal

O autêntico amor conjugal, perante a sociedade, contribui para a formação de uma sã opinião pública quando é testemunhado pelos esposos cristãos em sua fidelidade e harmonia, bem como no cuidado com educação dos filhos e a participação na necessária renovação cultural, psicológica e social em favor do casamento.

A Gaudium Et Spes, ao falar do amor conjugal ela articula um princípio fundamental com respeito ao significado essencial da sexualidade humana e dos atos sexuais. O princípio é o seguinte: O amor conjugal é expresso e aperfeiçoado exclusivamente através do ato conjugal. As ações dentro do matrimônio pelas quais o casal se une íntima e castamente são ações nobres e respeitáveis. Expressas de maneira verdadeiramente humana, essas ações traduzem e promovem a mútua doação de si pela qual os cônjuges [diretamente] enriquecem um ao outro e [indiretamente] enriquece a sua família e a sua comunidade com uma disposição alegre e agradecida.

 

Neuza Silveira de Souza

 
Compartilhe:

Veja mais


--------------------------------------------
--------------------------------------------
--------------------------------------------
--------------------------------------------
--------------------------------------------
--------------------------------------------
--------------------------------------------
--------------------------------------------
--------------------------------------------
--------------------------------------------
Ver Todas [+]

Arquidiocese de Belo Horizonte | Cúria Metropolitana

Av. Brasil, 2079 | Bairro Funcionários | CEP 30140-007 | Belo Horizonte - MG
Geral: 31 3269-3100 | Mitra: 31 3269-3131 | Chancelaria: 31 3269-3103